Ensaios Itamonte-MG

Pré Casamento Thaís e Davi

No tempo certo tudo acontece, existe um intervalo mágico entre as coisas, o tempo do gestar e esperar pra se ter.

Tentativas e combinados de um ensaio, e ai o sol sumia, o lugar era de difíl acesso, e de novo a chuva vinha e ai iamos adiando de alguma forma.

E chego uma data que seria o derradeiro é essa ou é essa e foi, foi porque tinha que ser no tempo ideal.

O sol estava lá, não, o tempo estava lindo e receptivo, não...

MAS NÃO IMPORTAVA, O QUE TINHA QUE ESTAR ESTAVA : O AMOR!


“As suas crenças se transformam nos seus pensamentos, os seus pensamentos se transformam nas suas palavras, as suas palavras se transformam nas suas ações, as suas ações se transformam nos seus hábitos, os seus hábitos se transformam nos seus valores, os seus valores se transformam no seu destino”.
-Mahatma Gandhi-


Demorei pra escrever o texto, as vezes é tanto a dizer, devido ao muito sentir, que tudo fica estácionado em uma zona de calmaria em meio ao vento de um tufão...

Assim acho que é a o amor, essa calmaria caotica...


Estava a pensar o que diria da Thais e do Davi.

Um casal como chave e fechadura, tudo se conecta e se pertence, uma troca de valores e sentimentos que dão sentido ao entrelar a vida um ao autro.

Na falha tentativa de explicar o vejo, me veia a mente : Amar você é coisa de minutos, do Paulo Leminski


Amar você é coisa de minutos
A morte é menos que teu beijo
Tão bom ser teu que sou
Eu a teus pés derramado
Pouco resta do que fui
De ti depende ser bom ou ruim
Serei o que achares conveniente
Serei para ti mais que um cão
Uma sombra que te aquece
Um deus que não esquece
Um servo que não diz não
Morto teu pai serei teu irmão
Direi os versos que quiseres
Esquecerei todas as mulheres
Serei tanto e tudo e todos
Vais ter nojo de eu ser isso
E estarei a teu serviço
Enquanto durar meu corpo
Enquanto me correr nas veias
O rio vermelho que se inflama
Ao ver teu rosto feito tocha
Serei teu rei teu pão tua coisa tua rocha
Sim, eu estarei aqui


                                                                                                                                                                                                                                                                                                                  E pra mim esses dois são assim, como esse poema, eles arte, são belos, são inegociáveis, são imensuráveis, eles são uma frase bonita dessas que a gente sublinha no livro faz tatuagem, conta pra todo mundo dessas que dividem a gente em antes e depois.


Com amor e por amor, Maucha Lamins